Início Vagas Bahia lidera geração de empregos formais no Nordeste

Bahia lidera geração de empregos formais no Nordeste

171

Divulgados nesta terça-feira (30), os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) de fevereiro colocaram a Bahia na dianteira da geração de trabalhos com carteira assinada no Nordeste. Naquele mês, foram contratados 60.982 trabalhadores e houve 41.989 demissões, gerando um saldo positivo de 18.993 vagas. A análise dos dados regionais foi feita pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia (Seplan).

“Os números mostram um aumento no ritmo de crescimento das contratações formais em 2021. Com esse saldo mensal, a Bahia lidera a geração de empregos no Nordeste, representando 46,5% do total de empregos criados na região em fevereiro”, destaca o secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães. Em janeiro houve um saldo líquido de 15.049 novas vagas.

De acordo com a SEI, todos os setores geraram mais postos do que fecharam em fevereiro, com destaque para Indústria geral (4.276 postos), Informação, comunicação e outras atividades (4.023) e Comércio (3.871). Em seguida, construção civil abriu 2.813 vagas e a administração pública outras 1.954, seguida de alojamento e alimentação (852), Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (522 postos), Transporte, armazenagem e correio (396), Outros serviços (284) e Serviços domésticos (2).

Segundo o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, na comparação com o total dos estados brasileiros e o Distrito Federal, a Bahia ocupou a 6ª posição em fevereiro, atrás de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “A Bahia vem gerando saldo positivo na geração de emprego formal desde julho de 2020.”

Fonte: Bahia.ba